A Otocenter lembra, referencia e atua em Sergipe para comemorar o Dia do Feirante

28 de agosto de 2012

Como parte das “Ações Comunitárias” da Otocenter na semana do Dia do Feirante (25 de agosto), sua equipe ofereceu orientações e atendimento aos feirantes.

 As atividades foram realizadas na Feira do Conjunto Augusto Franco, em Aracaju-SE. O Projeto Otocenter de promoção da saúde otorrinolaringológica atuou com promoção de investigação a respeito da saúde e das condições de trabalho dos feirantes. Dentre as ações  mais importantes, os exames de videonasolaringoscopia, as orientações sobre  profilaxia das doenças mais comuns nesta comunidade e direcionamentos para os seus devidos tratamentos tiveram destaque.

Ficou evidenciado claramente a necessidade de melhor entendimento da  saúde por  parte dos feirantes, assim como também foram diagnosticadas algumas doenças relacionadas à própria profissão, que necessita utilizar abusivamente a voz como instrumento de trabalho.

Em breve estes dados serão confeccionados e a situação real desta amostra deverá ser divulgada com fortes bases científicas.

Como sempre, essa população foi bastante receptiva e beneficiou-se com mais uma ação comunitária e filantrópica da Otocenter.

PARABÉNS a

30 de julho de 2012

Dr. Setton esclarece dúvidas sobre o uso de descongestionantes nasais. Assista a reportagem da TV Sergipe abaixo:

27 de julho de 2012

Pela primeira vez, a Fundação de Otorrinolaringologia trará para Aracaju, nos dias 26 e 27 de outubro de  2012, um curso chamado “Como Desenhar e Escrever um Estudo Científico”. É uma excelente oportunidade para todos os profissionais e estudantes da Área de Saúde que desejam aprimorar seus conhecimentos nesse tema, com os renomeados professores da OtorrinoHC-USP, Dr. Rui Imamura e Dr. Ronaldo Frizzarini. Para conhecer a programação, inscrições e outras informações, acesse:

12 de julho de 2012

Dr. Jeferson Sampaio D’Avila apresentou, no dia 25 de julho, na reunião do Conselho da Seccional Sergipe, os resultados da pesquisa sobre a saúde da laringe e as vozes dos advogados em Sergipe – estudo de coorte. A pesquisa foi feita como base os exames de vídeo-laringoscopia realizados nos dias 17 e 18 de abril no Fórum Gumersindo Bessa e no Tribunal Regional do Trabalho – 20ª Região (TRT). No total foram examinados 64 advogados e advogadas. Esta pesquisa está sendo executada pelas médicas otorrinolaringologistas da OTOCENTER : Dra. Anna Milena Fraga e Dra. Bárbara Queiróz. Alguns dados relevantes já  foram levantados e foram  ressaltados por Dr. Jeferson:

  •  A voz, posto que “ela é muito importante para tudo, servindo como instrumento de trabalho de 70% dos trabalhadores”;
  •   “Através da compilação dos dados, constatamos que 12,8% dos advogados são fumantes. 18% dos advogados utilizam álcool. E que 35% já possuem alguma doença relacionada a voz”, alarmou o médico que ressaltou que o número é considerado alto.

Estes e outros dados farão parte de uma pesquisa detalhada  e inédita. Deverá revelar a saúde das vozes dos advogados em Sergipe e posteriormente será apresentada em definitivo à própria OAB/SE. Naturalmente serão desenvolv

12 de julho de 2012

As baixas temperaturas do inverno são responsáveis pelo desencadeamento dos inúmeros processos infecciosos e alérgicos.

As vias respiratórias em geral funcionam como órgão de choque receptor destas situações. Abriga, inclusive na via respiratória alta, uma série de doenças. É justamente nesta parte superior onde se encontra a zona de atuação da otorrinolaringologia. Especificamente neste momento, abordaremos a garganta. É neste tubo músculo-membranoso-cartilaginoso que se encontra a laringe, responsável pela produção do tom fundamental através das pregas vocais. Quando ela está acometida por alguma infecção ou alergia, um processo inflamatório é instalado, podendo gerar edema (inchação), hiperemia (vermelhidão) e produção de secreções variadas. Isto promove impedimento da função normal da laringe, o que acarreta em uma modificação na qualidade da VOZ. A coaptação (junção) perfeita entre as pregas vocais sofre desajuste, não só por esses impedimentos orgânicos, como também por alteração funci

26 de abril de 2012

O curso realizado, no último dia 20, foi sucesso absoluto. A Otocenter agradece imensamente a todos que participaram. Segue abaixo algumas fotos do evento.

26 de abril de 2012

Dentre os dias 14 e 17 de abril, a carreta da ABORL-CCF estacionou no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, para o segundo evento da campanha “Caminhos da ORL”.

Os infláveis gigantes do ouvido, nariz e laringe repetiram o sucesso feito na primeira ação, no Rio de Janeiro, e atingiram um público ainda maior: 10 mil pessoas nos quatro dias de exposição. De acordo com presidente da ABORL-CCF, Dr. Marcelo Hueb, a expectativa é que o público da Campanha cresça a cada evento. “Estamos ganhando enorme espaço na mídia e muita gente vem nos dizer que viu a campanha na TV, ouviu no rádio, leu nos jornais ou na internet. O retorno do público tem sido muito positivo, e isso mostra a força deste grande trabalho de conscientização popular”, afirmou. O destaque do segundo evento da Campanha foi a laringe gigante, que celebrou o Dia Mundial da Voz, comemorado em 16 de abril. Segundo o Dr. Gustavo Korn, coordenador da Campanha da Voz deste ano, o evento atingiu públicos de todas as idades. “É importante que todas as pessoas entendam a importância de procurar um médico otorrinolaringologista em caso de suspeita de alguma doença que acometa a voz, o nariz e os ouvidos. Acho que uma coisa é uma criança conhecer o aparelho vocal observando fotos em um livro, e outra, é ter a oportunidade de entrar em órgão gigante. Acho que esta vivência

26 de abril de 2012

Para produzir a voz, as pregas vocais existentes na laringe humana vibram entre 100 e 400 vezes por segundo. O fenômeno, impossível de ser observado a olho nu, pode ser visto em câmera lenta graças a um aparelho de videolaringoscopia capaz de capturar até 4 mil imagens por segundo.

A tecnologia tem permitido a pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) entender melhor o funcionamento das pregas vocais e estudar patologias que prejudicam sua vibração. Também se tornou possível avaliar, com critérios objetivos, o impacto de cirurgias e tratamentos fonoaudiológicos na produção da voz.

Pioneiro no país, o equipamento foi adquirido com recursos de um projeto financiado pela FAPESP e coordenado pelo professor José Carlos Pereira, da Escola de Engenharia de São Carlos da USP.

Por meio de parceria com uma equipe de otorrinolaringologistas da Faculdade de Medicina coordenada pelo professor Domingos Hiroshi Tsuji, a máquina foi doada ao Hospital das Clínicas (HC) de São Paulo, onde estão sendo feitos os exames que já resultaram em duas dissertações de mestrado – além de cinco doutorados e um p

26 de abril de 2012

As mortes relacionadas ao tabaco praticamente triplicaram na última década e as grades empresas estão criando obstáculos para esforços públicos que poderiam reduzir este índice, informou a Fundação Mundial do Pulmão em um relatório divulgado em 21 março de 2012.

No documento, que celebra o 10º aniversário do seu primeiro Atlas do Tabaco, a fundação e a Sociedade Americana do Câncer afirmaram que, se continuarem as tendências atuais, um bilhão de pessoas morrerão somente neste século por causa do consumo de tabaco e da exposição e ele – o que corresponde a uma pessoa a cada seis segundos.

O tabaco matou 50 milhões de pessoas nos últimos dez anos e é responsável por mais de 15% de todas as mortes de homens adultos e por 7% das mulheres, segundo dados do novo Atlas do Tabaco. Na China, o fumo é a principal causa de morte, com 1,2 milhões ao ano, o que deve piorar ainda mais em 2030, o índice subirá a 3,5 milhões de pessoas ao ano.

Fonte: http://www.estadao.

26 de abril de 2012

Neurocientistas americanos identificaram o mecanismo de processamento e interpretação dos sons da fala dentro do cérebro. A frequência sonora das palavras determina em que parte do sistema auditivo elas serão decodificadas. Mapeando a região onde as palavras, sílabas ou fonemas são ‘escutados’, os pesquisadores foram capazes de fazer uma espécie de manual da audição. O estudo é o ponto de partida para o desenvolvimento de um aparelho que entenda os sinais cerebrais de pessoas que não podem falar e os transformem em sons ou palavras escritas.

Um aparelho desse tipo poderia beneficiar pessoas com doenças incapacitantes, como a distrofia neuromuscular chamada Esclerose Lateral Amiotrófica, que impede o físico teórico inglês Stephen Hawking, de 70 anos, de falar e se movimentar.

Fonte: http://www.ouviufalar.com.br/audicao/pesquisa-revela-como-o-cerebro-processa-o-que-escutamos/