Implante Coclear no Brasil – Realidade Comprovada

22 de janeiro de 2013
O Brasil está na vanguarda da evolução cirúrgica da surdez no mundo. O “Ouvido Biônico “, como popularmente é conhecido o Implante Coclear, está presente na modificação da qualidade de vida de muitos brasileiros. Sergipe não fica de fora. Foram realizadas este tipo de cirurgia em alguns pacientes nos últimos anos. A Otocenter, sob a coordenação do cirurgião otológico Dr. Roberto Setton não vem medindo esforços para que este tipo de procedimento alcance todas as classes sociais. Programa de Educação Continuada e ações de saúde neste sentido têm ultrapassado os limites de Sergipe e do Brasil. Nós da Otocenter, esperamos que esta realidade seja concretizada já em 2013.
Trabalhos intensivos de quase três décadas vêm surtindo seus efeitos, progressivamente. Sergipe e seu povo merece que estes procedimentos sejam realizados em prol da saúde de toda comunidade. Nesta oportunidade parabenizamos o Prof. Dr. Ricardo Bento ( USP – Fundação de Otorrinolaringologia ) pelo seu trabalho e apoio a estas ações em todo território nacional. Aproveitamos para referenciar a presença do Prof. Dr. Ricardo Bento em Sergipe. O mesmo participará, como palestrante e convidado especial, nos dias 01 e 02 de março de 2013, do CURSO INTERNACIONAL DA FORL EM SERGIPE. O Implante Coclear será um

14 de janeiro de 2013

 

Perda Auditiva Induzida pelo Ruído

Como se sabe a audição é um dos nossos sentidos mais nobres, mas a sua preservação exige alguns cuidados importantes. O órgão sensorial da audição é o Órgão de Corti, localizado na orelha interna e no qual existem as células ciliadas, responsáveis por transformar o estímulo mecânico advindo da vibração das partículas do ar em corrente elétrica, a ser traduzida como mensagem no sistema nervoso central. Acontece que estas células são bastante sensíveis ao excesso de ruído, o qual causa lesão progressiva e, por vezes, irreversível nas mesmas.

 Sons com intensidade sonora acima de 85 dB são nocivos ao ouvido humano. Entretanto, caixas de sons modernas e potentes em conjunto, como num trio elétrico podem emitir sons com intensidade de até  110 dB, o que torna o órgão auditivo do folião bastante vulnerável. Zumbido, dificuldade para ouvir e sensação de pressão nos ouvidos após a folia são sinais inequívocos do excesso, sendo que a sensibilidade in

10 de janeiro de 2013

Durante a estação mais quente do ano fica difícil resistir a um bom banho de praia ou piscina para aliviar o calor do verão. No entanto, estas atividades extremamente prazerosas e comuns nos meses quentes podem favorecer a um aumento de inflamações e infecções no ouvido. O calor e a umidade são os principais responsáveis por estas situações, que ultrapassam o dobro de casos registrados em outros períodos do ano.

A incidência de otite externa, infecção que atinge o canal externo do órgão auditivo  torna-se a queixa de maior incidência dentro dos consultórios médicos otorrinolaringológicos. Sabemos que o contato excessivo com a água e a umidade são as principais causas das infecções nesta época.

12 de novembro de 2012

A comunicação humana é o fator mais importante da evolução de um ser. Para que a mesma aconteça de forma clara e eficiente, dependemos de uma série de fatores individuais, econômicos e sociais ; que associados integralmente ou parcialmente, resultam no sucesso deste processo. Em relação ao indivíduo especificamente, o organismo tem de estar funcionante de tal forma, que consiga criar condições para que a comunicação seja efetivada.

Um dos mais importantes processos da comunicação humana é o da audição. É principalmente pelas orelhas que as informações e consequentemente o aprendizado se concretiza. A ausência parcial ou total da audição pode gerar importantes consequências à vida do homem. Possuir uma audição normal é o ideal. Porém por várias razões esta situação pode não existir em sua perfeição. Doenças congênitas, traumas diversos, infecções, ruídos intensos, dentre outras causas, podem levar á surdez parcial ou total às pessoas.

30 de outubro de 2012

Foi realizado nos dias 26 e 27 de outubro de 2012 em Aracaju – Sergipe o Primeiro Curso Oficial da FORL (Fundaçao Otorrinolaringologia – USP – São Paulo) em Sergipe. O tema foi “Desenho e Escrita do Trabalho Científico”. Os professores ministrantes, Prof. Dr.Rui Imamura e Prof. Dr. Ronaldo Frizzarini da USP de São Paulo realizaram um curso especial, com o enfoque prático e direcionado à ciência na área da saúde. Os professores são também referência nacional e internacional na Otorrinolaringologia.

Alcançando um recorde de inscritos, o curso foi marcado por uma participação ativa de todos, que favoreceu um elevado nível de aproveitamento. A competência técnica dos professores no assunto, associada à didática tornaram o curso marcante na ciência sergipana. O curso teve o apoio da UFS (Núcleo de Pós-Graduação em Ciências da Saúde), Hospital São José (Serviço de Otorrinolaringologia), Cremese e da Otocenter. O curso fez parte do Programa de Educação Continuada da Otocenter. Agradecemos profundamente aos convidados e a todos os participantes pela confiança depositada no nosso trabalho. O próximo Curso da FORL em Sergipe já tem data marcada. Acontecerá nos dias 01 e 02 de março de 2013. O mesmo está intitulado como “Curso Internacional da FORL em Sergipe”. Os professores serão:

18 de outubro de 2012

Avanços na pesquisa genética estão revelando uma face totalmente desconhecida da gagueira. Discretas mutações em três genes que regulam um processo celular básico (GNPTAB, GNPTG e NAGPA) estão por trás de mais de 3 milhões de casos de gagueira em todo o mundo. Antes de esse subtipo vir à tona, nunca uma falha metabólica hereditária havia sido imaginada como possível causa do distúrbio.

A partir da identificação dos primeiros genes associados à gagueira, os cientistas estão tendo a possibilidade inédita de compreender os fundamentos bioquímicos do distúrbio e de descobrir grupos de neurônios especialmente sensíveis ao defeito metabólico causado pelas alterações genéticas.  

Esse novo patamar de compreensão da gagueira está habilitando os cientistas a rastrear o distúrbio no nível dos neurônios individuais e ampliando consideravelmente as possibilidades de pesquisa. Em breve será possível explicar em detalhes bioquímicos o que leva o cérebro a produzir gagueira e que tipo de altera

9 de outubro de 2012

O Professor Dr. Jeferson d’Avila ministrou em setembro de 2012 na cidade de Lisboa um curso específico sobre “ Roncopatia e Síndrome da Apneia e Hipopneia Obstrutiva do Sono “.

Este foi destinado ao staff, aos residentes em otorrinolaringologia e aos pós-graduandos do curso de doutorado do Serviço de Otorrinolaringologia Prof. Mário Andrea da Universidade de Lisboa.

O curso contou com vários inscritos europeus e africanos, que discutiram associados, desde princípios básicos até atualização sobre o assunto.

O mesmo fez parte do Programa de Cooperação Científica conveniado recentemente entre a Universidade Federal de Sergipe e a Universidade de Lisboa.

Nós da Otocenter nos sentimos bastante honrados e agradecidos pelo voto de confiança depositado em nosso serviço, em especial por parte do seu Catedrático Prof.Dr. Mário Andrea.

8 de outubro de 2012

Pela primeira vez no país, médicos realizaram uma cirurgia de retirada da glândula tireoide pela axila, o que tem como resultado a ausência de cicatriz no pescoço.

A retirada da tireoide ou de parte dela é indicada em casos de diagóstico confirmado ou muito suspeito de câncer de tireoide ou crescimento benigno da glândula.

O procedimento inédito foi feito em agosto no Hospital Pio 12, em São José dos Campos (interior paulista), em uma paciente de 27 anos.

A técnica foi trazida da Ásia, onde esse tipo de cirurgia é realizado há cerca de dez anos. O cirurgião brasileiro Félix de Castro passou um mês na Tailândia, operando sob a supervisão da equipe do Hospital Rajavithi, da Universidade Rangsit.

Ele conta que, no budismo, a região da garganta corresponde a um centro simbólico de pureza do corpo. “Em alguns países, uma cicatriz nessa parte do corpo pode causar até discriminação, por isso a grande experiência [oriental] nessa cirurgia.”

De acordo com o médico, a grande vantagem da técnica é estética, já que a cicatriz deixa de ocupar um lugar tão visível quanto o pescoço e fica praticamente escondida embaixo do braço.

3 de outubro de 2012

A Otocenter, através do Dr. Roberto Setton, orienta em relação ao asseio pessoal. Assista abaixo a repostagem realizada pela TV Sergipe:

2 de outubro de 2012

O Hospital São José e a Otocenter são as instituições reponsáveis e credenciadas pelo SUS para realizar este Teste em Sergipe. A TV sergipe realizou uma reportagem , onde os fonoaudiólogos Carlos Romário Passos e Johane Paula Medeiros participaram. Assista a reportagem da TV Sergipe abaixo:


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/otocenter/www/wp-includes/functions.php on line 3598

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/otocenter/www/wp-includes/functions.php on line 3598