O Professor Dr. Jeferson d’Avila comenta sobre Otites Externas no verão

13 de janeiro de 2015

Coceira no ouvido, dor, corrimento são indicativos da doença

Inflamação é comum no verão (Fotos: Verão Infonet)

Coceira, dor, diminuição da audição, corrimento e sensação de ouvido cheio são indicativos da otite externa. Essa doença, muito comum no verão por conta de banhos de mar e em piscinas, pode ser gerada por bactérias, fungos e até por alergias. De acordo com o otorrinolaringologista Jeferson D’ávila, deve-se ficar atento aos sintomas e evitar colocar objetos dentro do ouvido, pois pode ser um meio de contaminação voluntária.

“Otite externa nada mais é do que inflamação com infecção ou não do conduto auditivo externo e da orelha. Com relação aos tipos, existem três: a relacionada a alergias, chamada de eczematosa; a bacteriana, que ocasiona a otites externas variadas; e a mic

13 de abril de 2014

A Campanha Nacional da Voz iniciou-se no Brasil em 1999 por iniciativa da Sociedade Brasileira de Laringologia e Voz (atual Academia Brasileira de Laringologia e Voz), presidida na ocasião por Dr. Nédio Steffen. Sob a liderança do estimado Dr. Mario Andrea, o Dia Mundial da Voz foi proposto em 2002 e comemorado pela primeira vez em 2003. Em 2014, a 16ª edição da Campanha Nacional da Voz, promovida pela Academia Brasileira de Laringologia e Voz (ABLV) em parceria com a Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF), tem como padrinhos a dupla sertaneja Fernando e Sorocaba. Dr. Gustavo Korn, diretor da ABLV e coordenador nacional da Campanha da Voz afirma: “Por meio de ações de orientação e conscientização, a Campanha da Voz promove um processo de sensibilização permanente em relação aos cuidados com a voz”. Em São Paulo-SP, uma boca inflável gigante construída pela ABLV ficará montada no Parque do Povo (Av. Henrique Chamma, 420 – Pinheiros) durante os dias 12, 13 e, especialmente, no dia 16 de abril (Dia Mundial da Voz) das 9 às 17h.

6 de novembro de 2013

No dia 05 de novembro de 2013, aconteceu a última sessão deste ano da RUTE (Rede Universitária de Telemedicina) – Otorrinolaringologia. Programa coordenado pela UNIFESP (Prof. Dr Carlos Anadão e Prof. Dr. Antônio Pontes) consegue unir todas as primeiras terças-feiras de cada mês,importantes Estados da federação e suas respectivas instituições universitárias. Participam regularmente a própria UNIFESP e as Universidades Federais do Ceará, Rio Grande do Norte, Pará e a nossa Universidade Federal de Sergipe mediante a presença marcante da Disciplina Otorinolaringologia, assumindo por diversas vezes de Aracaju a transmissão nacional. Muitos profissionais, residentes e acadêmicos de todo Brasil participam ativamente das atividades. Geralmente são interativas e com grande aproveitamento. A cada sessão, habitualmente é apresentado um caso clínico e/ou cirúrgico e, logo após, há uma aula expositiva sobre o tema em debate. É muito especial. A participação da platéia e a oportunidade de, ao vivo, estar diante e discutindo com os grandes nomes da ORL brasileira é extremamente gratificante. O índice de ocupação no RUTE de Otorrino está cada vez maior, demonstrando a importância deste programa nacional. Agora, só em 2014. Nova programação deverá ser concluída durante o congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia que aco

6 de novembro de 2013

A OTOCENTER através do Prof. Dr. Jeferson d’Avila, como representante e Coordenador da Disciplina Otorrinolaringologia da UFS, esteve presente e contribuiu com esta semana de estudos e comemorações da UFS, no Campus de Lagarto. A convite das professoras Cristina Fúria e Roxane Irineu, participou da Mesa Redonda sobre Voz Profissional com participação especial do professor de canto e cantor sergipano Kalil. As palestras e discussões sobre o assunto foram estimulantes e altamente produtivas em termos de aprendizado para as profissões envolvidas, assim como para os estudantes do Curso de Fonoaudiologia deste campus específico. O auditório esteve lotado durante todo o tempo disponível. O crescimento da UFS, a interiorização e a oportunidade de difusão de conhecimentos para os sergipanos foram as principais evidências desta importante visita. Estão de parabéns todos os professores e administradores da UFS por tornarem este sonho uma realidade em Sergipe. Nossos parabéns!

SEMANA ACADÊMICA - UFS

3 de abril de 2013

O Dia Mundial da Voz é comemorado em todo o mundo. Nasceu na ABLV ( Academia Brasileira de Laringologia e Voz ) e teve como grande mentor e promulgador o Prof. Dr. Nédio Stefen do Rio Grande do Sul. Outros presidentes da ABLV também foram responsáveis pela perpetuação desta campanha no Brasil e no mundo. Dentre estes referenciamos o Prof. Dr. Agrício Crespo, ex-presidente da ABLV e atualmente presidente da ABORL-CCF, que é o órgão oficial da ORL nacional. Dr. Agrício é o Chefe do Serviço de ORL da Unicamp – São Paulo e ocupa lugar de destaque internacional como um dos maiores representantes da medicina do Brasil. Ressaltamos também neste momento o Prof. Dr. Mario Andrea, catedrático da Universidade de Lisboa, como um dos maiores promotores e divulgadores do Dia Mundial da Voz, internacionalmente. A otorrinolaringologia do Brasil agradece todo seu apoio e seu empenho. Como sempre, em Sergipe, diversas atividades estão sendo programadas para comemorar e difundir este dia tão importante para todas as pessoas que utilizam-se da VOZ como instrumento maior e mais fidedigno da comunicação do homem. Em Sergipe normalmente, durante todos estes anos de campanha, os trabalhos são realizados conjuntamente pela otorrinolaringologia e pela fonoaudiologia.Veja a seguir reportagem veidculada recentemente na Rede Globo, com Dr. Agrício, a re

12 de julho de 2012

As baixas temperaturas do inverno são responsáveis pelo desencadeamento dos inúmeros processos infecciosos e alérgicos.

As vias respiratórias em geral funcionam como órgão de choque receptor destas situações. Abriga, inclusive na via respiratória alta, uma série de doenças. É justamente nesta parte superior onde se encontra a zona de atuação da otorrinolaringologia. Especificamente neste momento, abordaremos a garganta. É neste tubo músculo-membranoso-cartilaginoso que se encontra a laringe, responsável pela produção do tom fundamental através das pregas vocais. Quando ela está acometida por alguma infecção ou alergia, um processo inflamatório é instalado, podendo gerar edema (inchação), hiperemia (vermelhidão) e produção de secreções variadas. Isto promove impedimento da função normal da laringe, o que acarreta em uma modificação na qualidade da VOZ. A coaptação (junção) perfeita entre as pregas vocais sofre desajuste, não só por esses impedimentos orgânicos, como também por alteração funci

2 de fevereiro de 2012

A OTOCENTER recomenda:

1. Evite gritar ou falar alto em ambientes ruidosos.

2. Não é recomendável ingerir líquidos ou alimentos muito gelados, principalmente em dias quentes.

3. Fumar é altamente nocivo à saúde do sistema respiratório, principalmente às pregas vocais.

4. Pigarrear e sussurrar são hábitos aparentemente inofensivos que podem trazer grandes prejuízos à voz.

5. Falar durante exercícios físicos de impacto, como vôlei e tênis, podem prejudicar as cordas vocais.

6. O consumo excessivo de bebidas alcóolicas também é nocivo, porque propicia um efeito analgésico na laringe, causando abusos do aparelho vocal.

7. É importante beber bastante água e manter uma alimentação leve, sem exagerar no consumo de alimentos gordurosos ou muito condimentados.

8. Chupar balas ou pastilhas para aliviar dores na garganta traz efeito anestésico, levando também a abusos vocais.

9 de janeiro de 2012

Confira orientações importantes sobre resfriado, gripe e suas possíveis complicações cedidas por Dr. Jeferson d’Avila.(Jornal do Estado – TV Atalaia).