Curso Internacional de Otorrinolaringologia da FORL em Sergipe: mais uma marca registrada da FORL no Brasil

14 de março de 2013

  Foi realizado com grande sucesso nos dias 1 e 2 de março de 2013 em Sergipe o “CURSO INTERNACIONAL DE OTORRINOLARINGOLOGIA“ promovido pela Fundação de Otorrinolaringologia da Universidade de São Paulo – FORL (USP), com o patrocínio da Universidade Federal de Sergipe e Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital São José. A OTOCENTER esteve presente como patrocinadora do evento. Toda a equipe técnica e administrativa da clínica não mediu esforços para que o curso alcançasse o elevado nível pretendido. Na oportunidade foram apresentados e discutidos os avanços da especialidade por profissionais altamente qualificados e reconhecidos da Europa, da América Latina e do Brasil como :

1. Prof. Dr. Ricardo Bento(SP) – Ex-Presidente da ABORL-CCF e Presidente do Conselho Curador da FORL ; 2. Prof. Dr. Mário Andrea(Portugal) – Ex- Presidente da Sociedade Europeia de Otorrinolaringologia e Catedrático-Chefe Otorrinolaringologia da Universidade de Lisboa; 3. Prof. Dr. Carlos Boccio (Argentina) – Chefe De ORL do Hospital Italiano – Buenos Aires; 4. Prof. Dr. Luiz Ubirajara Sennes (SP)- Presidente da Fundação Otorrinolaringologia ( USP ); 5. E os professores : Prof. Dr.Paulo Perazzo (BA), Prof.Rosauro Aguiar (BA), Prof.Wilson Meireles (CE), Prof.Carlos Rodolfo Gois (SE) e Prof.Roberto Setton

22 de janeiro de 2013
O Brasil está na vanguarda da evolução cirúrgica da surdez no mundo. O “Ouvido Biônico “, como popularmente é conhecido o Implante Coclear, está presente na modificação da qualidade de vida de muitos brasileiros. Sergipe não fica de fora. Foram realizadas este tipo de cirurgia em alguns pacientes nos últimos anos. A Otocenter, sob a coordenação do cirurgião otológico Dr. Roberto Setton não vem medindo esforços para que este tipo de procedimento alcance todas as classes sociais. Programa de Educação Continuada e ações de saúde neste sentido têm ultrapassado os limites de Sergipe e do Brasil. Nós da Otocenter, esperamos que esta realidade seja concretizada já em 2013.
Trabalhos intensivos de quase três décadas vêm surtindo seus efeitos, progressivamente. Sergipe e seu povo merece que estes procedimentos sejam realizados em prol da saúde de toda comunidade. Nesta oportunidade parabenizamos o Prof. Dr. Ricardo Bento ( USP – Fundação de Otorrinolaringologia ) pelo seu trabalho e apoio a estas ações em todo território nacional. Aproveitamos para referenciar a presença do Prof. Dr. Ricardo Bento em Sergipe. O mesmo participará, como palestrante e convidado especial, nos dias 01 e 02 de março de 2013, do CURSO INTERNACIONAL DA FORL EM SERGIPE. O Implante Coclear será um

30 de outubro de 2012

Foi realizado nos dias 26 e 27 de outubro de 2012 em Aracaju – Sergipe o Primeiro Curso Oficial da FORL (Fundaçao Otorrinolaringologia – USP – São Paulo) em Sergipe. O tema foi “Desenho e Escrita do Trabalho Científico”. Os professores ministrantes, Prof. Dr.Rui Imamura e Prof. Dr. Ronaldo Frizzarini da USP de São Paulo realizaram um curso especial, com o enfoque prático e direcionado à ciência na área da saúde. Os professores são também referência nacional e internacional na Otorrinolaringologia.

Alcançando um recorde de inscritos, o curso foi marcado por uma participação ativa de todos, que favoreceu um elevado nível de aproveitamento. A competência técnica dos professores no assunto, associada à didática tornaram o curso marcante na ciência sergipana. O curso teve o apoio da UFS (Núcleo de Pós-Graduação em Ciências da Saúde), Hospital São José (Serviço de Otorrinolaringologia), Cremese e da Otocenter. O curso fez parte do Programa de Educação Continuada da Otocenter. Agradecemos profundamente aos convidados e a todos os participantes pela confiança depositada no nosso trabalho. O próximo Curso da FORL em Sergipe já tem data marcada. Acontecerá nos dias 01 e 02 de março de 2013. O mesmo está intitulado como “Curso Internacional da FORL em Sergipe”. Os professores serão:

26 de abril de 2012

Dentre os dias 14 e 17 de abril, a carreta da ABORL-CCF estacionou no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, para o segundo evento da campanha “Caminhos da ORL”.

Os infláveis gigantes do ouvido, nariz e laringe repetiram o sucesso feito na primeira ação, no Rio de Janeiro, e atingiram um público ainda maior: 10 mil pessoas nos quatro dias de exposição. De acordo com presidente da ABORL-CCF, Dr. Marcelo Hueb, a expectativa é que o público da Campanha cresça a cada evento. “Estamos ganhando enorme espaço na mídia e muita gente vem nos dizer que viu a campanha na TV, ouviu no rádio, leu nos jornais ou na internet. O retorno do público tem sido muito positivo, e isso mostra a força deste grande trabalho de conscientização popular”, afirmou. O destaque do segundo evento da Campanha foi a laringe gigante, que celebrou o Dia Mundial da Voz, comemorado em 16 de abril. Segundo o Dr. Gustavo Korn, coordenador da Campanha da Voz deste ano, o evento atingiu públicos de todas as idades. “É importante que todas as pessoas entendam a importância de procurar um médico otorrinolaringologista em caso de suspeita de alguma doença que acometa a voz, o nariz e os ouvidos. Acho que uma coisa é uma criança conhecer o aparelho vocal observando fotos em um livro, e outra, é ter a oportunidade de entrar em órgão gigante. Acho que esta vivência

26 de abril de 2012

Para produzir a voz, as pregas vocais existentes na laringe humana vibram entre 100 e 400 vezes por segundo. O fenômeno, impossível de ser observado a olho nu, pode ser visto em câmera lenta graças a um aparelho de videolaringoscopia capaz de capturar até 4 mil imagens por segundo.

A tecnologia tem permitido a pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) entender melhor o funcionamento das pregas vocais e estudar patologias que prejudicam sua vibração. Também se tornou possível avaliar, com critérios objetivos, o impacto de cirurgias e tratamentos fonoaudiológicos na produção da voz.

Pioneiro no país, o equipamento foi adquirido com recursos de um projeto financiado pela FAPESP e coordenado pelo professor José Carlos Pereira, da Escola de Engenharia de São Carlos da USP.

Por meio de parceria com uma equipe de otorrinolaringologistas da Faculdade de Medicina coordenada pelo professor Domingos Hiroshi Tsuji, a máquina foi doada ao Hospital das Clínicas (HC) de São Paulo, onde estão sendo feitos os exames que já resultaram em duas dissertações de mestrado – além de cinco doutorados e um p