CURSO DE LARINGOLOGIA DA FORL EM SERGIPE

26 de outubro de 2016

Aconteceu em 20 e 21 de outubro de 2016, mais uma edição de um dos cursos mais importantes da laringologia brasileira. Este, comemorativo aos 25 anos de realização de cursos práticos em Aracaju. Realizado na Universidade Tiradentes (UNIT), com o apoio da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Hospital São José e a Clínica Otocenter; contou com a presença de professores de Sergipe, mestres da laringologia nacional e em especial com a equipe da Faringolaringologia do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP), ligados a Fundação Otorrinolaringologia (FORL). Contamos também com a experiência e competência da fonoaudióloga Sílvia Pinho.  Este teve caráter internacional com a presença do renomado Professor Mario Andrea – Universidade de Lisboa – Portugal. Inscritos de várias regiões do Brasil foram recepcionados com um curso de elevado padrão científico, que discutiu de maneira bastante prática as novas tecnologias e avanços da laringologia no mundo. O ponto mais alto do evento foi a dissecção descritiva e cirúrgica do pescoço e em especial da laringe. Neste momento, os alunos monitorados pelos professores de elevadíssimo nível foram acomodados em duplas. Estações bem definidas de dissecção foram efetivadas e divididas em quatro módulos: microcirurgia de laringe, injeções laríngeas, ti

20 de março de 2015

O nosso Curso de 2015 foi coroado de grande êxito. Os assistentes foram procedentes do sudeste e em especial de vários estados da região nordeste. A competência didática dos Professores Luiz Ubirajara Sennes, Domingos Tsuji, Rui Imamura e Patrícia Santoro. O elevado nível de conhecimento promoveu aos participantes um curso de excelência e de alto padrão. Como pontos de relevância, podemos citar a discussão e a interatividade entre alunos e professores, tornando o curso com especial diferencial de aprendizado prático. Casos clínicos e cirúrgicos foram abordados com variadas apresentações vídeo-documentadas. No Módulo Exames ao Vivo de pacientes, foram avaliados presencialmente 10 pacientes com variadas doenças de diagnóstico endoscópico.  Estes casos foram intensamente discutidos e encaminhados para suas devidas evoluções. Como costuma acontecer, a evolução destes é enviada posteriormente aos alunos participantes. No Módulo de Dissecção Anatômica foram preparadas 25 peças anatômicas frescas. Os alunos tiveram a oportunidade de, “ HANDS ON “, praticar endoscopia rígida e de contato,  diversas cirurgias como as microcirurgias endolaríngeas, tireoplastias; além de dissecção anatômica descritiva do pescoço, da faringe e da laringe. Agradecemos neste momento à UNIT (Universidade Tiradentes) pela importante parceria re