Conheça mais sobre a “Doença do Beijo”

7 de fevereiro de 2014

Dr. Jeferson d’Avila fala sobre doença que é transmitida pela saliva a Mononucleose Infecciosa conhecida também como a “Doença do Beijo” em reportagem publicada pela Infonet, confira abaixo:  

Doença do Beijo: sintomas são semelhantes ao da gripe

Você já ouviu falar em Doença do Beijo? Esse é o nome popular da Mononucleose Infecciosa, enfermidade transmitida pela saliva. Nessa época do ano, onde há várias festas, beijos e “amores de verão”, o contágio é mais favorecido. Entretanto, apesar de seu nome parecer assustador, a doença é tratável. “A Mononucleose acomete principalmente a garganta, mas pode atacar todo o sistema linfático do organismo. Ela deixa a pessoa com febre, prostrada, com dor de garganta, e, às vezes, com náusea, ou seja, com os distúrbios de um processo infeccioso”, explica o otorrinolaringologista Jeferson D’ávila. Segundo o especialista, a Doença do Beijo é transmitida pelo vírus Epstein Barr, pertencente à família do herpes. Ele pode ficar alojado no organismo durante muitos anos de forma silenciosa, sem se manifestar, ou, devido a alguma imunodeficiência, pode levar o indivíduo a sentir os sintomas.   “A adolescência é a faixa etária mais acometida por essa doença, pois é, infelizmente, a que beija mais, principalmente em festas, e tem u

28 de julho de 2013

   Aracaju conseguiu um grande tento na promoção da saúde e na educação no Brasil. Foi escolhida entre dez cidades brasileiras para receber este projeto de grande sucesso da ABORL-CCF. E mais ainda, foi aqui que aconteceu o encerramento nacional da Campanha de 2013.

   Agradecemos profundamente a toda diretoria da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia (ABORL-CCF) pelo voto de confiança que foi oferecido a todos nós otorrinolaringologistas sergipanos.

   Tivemos o grande prazer de receber na nossa cidade o Presidente da ABORL-CCF, Prof. Dr. Agrício Crespo e do Coordenador Nacional da Campanha, Prof. Dr. Fabrício Romano, que comandaram este especial e indiscutivelmente trabalho em todo Brasil. Nosso sincero agradecimento.

   Todo satisfatório trabalho e empenho da coordenação em Sergipe, foi recompensado por um sucesso extraordinário do evento. Dr. Erich Ramos, Dr. Carlos Rodolfo Góis e este que vos transmite no momento também agradece profundamente a todos os órgãos públicos e privados, àqueles que anonimamente foram voluntários da campanha e em especial ao grande público que compareceu ao Parque Augusto Franco- Sementeira.

   Vale ressaltar e agradecer também a to

26 de maio de 2013

A ABORL-CCF é principal referência para o otorrinolaringologista brasileiro na especialidade. Cada vez mais respeitada e atuante, vem com o passar dos anos se firmando como uma das mais importantes entidades médicas no Brasil. Parabenizamos a todos os dirigentes anteriores e atuais. Sentimos a ABORL-CCF muito organizada. Tivemos a oportunidade de vivenciar esta situação na ocasião da presidência da ABLV ( Academia Brasileira de Laringologia e Voz ) na década passada, cargo que até hoje muito nos honra. Em especial, congratulamos neste momento  todos os queridos amigos e profissionais técnico-administrativos da ABORL-CCF. Sem vocês todo este sucesso estaria comprometido. Parabéns também para o nosso sempre bom amigo e trabalhador Prof. Dr. Agrício Crespo, nosso presidente.

 

Prof. Dr. Jeferson d Avila Diretor – Presidente da Otocenter

12 de julho de 2012

As baixas temperaturas do inverno são responsáveis pelo desencadeamento dos inúmeros processos infecciosos e alérgicos.

As vias respiratórias em geral funcionam como órgão de choque receptor destas situações. Abriga, inclusive na via respiratória alta, uma série de doenças. É justamente nesta parte superior onde se encontra a zona de atuação da otorrinolaringologia. Especificamente neste momento, abordaremos a garganta. É neste tubo músculo-membranoso-cartilaginoso que se encontra a laringe, responsável pela produção do tom fundamental através das pregas vocais. Quando ela está acometida por alguma infecção ou alergia, um processo inflamatório é instalado, podendo gerar edema (inchação), hiperemia (vermelhidão) e produção de secreções variadas. Isto promove impedimento da função normal da laringe, o que acarreta em uma modificação na qualidade da VOZ. A coaptação (junção) perfeita entre as pregas vocais sofre desajuste, não só por esses impedimentos orgânicos, como também por alteração funci

18 de abril de 2012

As atividades da Campanha da Voz, ocorrida no Fórum Gumersindo Bessa e no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), nos dias 16 e 17 desse mês, respectivamente,  foi um sucesso. Todos os anos a Otocenter procura realizar uma ação comunitária no dia mundial da voz. Este ano, dada a parceria com a Caixa de Assistência dos Advogados, foi realizada nos fóruns. Devido ao uso profissional da voz é primordial que os advogados cuidem dela, evitando os grandes agentes agressores que são o cigarro, o álcool e o abuso vocal. Quando associados, estes três fatores são potencialmente causadores de doenças benignas e do câncer de garganta (laringe), afirma Dr. Jeferson d’Avila.

Para maiores detalhes sobre a cobertura, acessem o site da OAB Sergipe através do link abaixo. Fonte: http://www.oabsergipe.com.br/novo/conte