Tag: cabeça e pescoço

16 de setembro de 2018

Aconteceu, nos dias 14 e 15 de setembro de 2018, o 1º Simpósio CLINRADI em Radioterapia para Câncer de Cabeça e Pescoço. Parabenizamos a equipe CLINRADI por mais esse excelente evento de elevado nível científico. Sergipe está muito bem assistido. A Otocenter marcou presença com o colega Daniel d’Avila, que ministrou a palestra “Procedimentos Endoscópicos em Tumores Iniciais de Laringe” e participou da mesa de discussão do módulo de Laringe ao lado de grandes nomes da Oncologia, Radioterapia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço do estado de Sergipe e do Brasil. Aproveitamos para parabenizá-lo pela marcante participação.

“Otocenter – Sua Clínica de Voz, Nariz, Ouvido e Garganta em Sergipe”.

Prof. Dr. Jeferson d’Avila
Diretor Presidente da OTOCENTER

Confira algumas fotos do evento:

Palestrantes, debatores e equipe CLINRADI

Picture 1 of 2

26 de novembro de 2017

A Otocenter se fará presente neste importante evento. Será representada pelos médicos Jeferson d ‘Avila e Roberto Setton. Compareçam. Grande oportunidade de atualização nesta área específica. Confira programação. Parabéns aos Ilustres organizadores Dr. Eduardo Barbosa e Dr. Rosauro Aguiar, reconhecidos nomes da Otorrinolaringologia nacional.

8 de outubro de 2012

Pela primeira vez no país, médicos realizaram uma cirurgia de retirada da glândula tireoide pela axila, o que tem como resultado a ausência de cicatriz no pescoço.

A retirada da tireoide ou de parte dela é indicada em casos de diagóstico confirmado ou muito suspeito de câncer de tireoide ou crescimento benigno da glândula.

O procedimento inédito foi feito em agosto no Hospital Pio 12, em São José dos Campos (interior paulista), em uma paciente de 27 anos.

A técnica foi trazida da Ásia, onde esse tipo de cirurgia é realizado há cerca de dez anos. O cirurgião brasileiro Félix de Castro passou um mês na Tailândia, operando sob a supervisão da equipe do Hospital Rajavithi, da Universidade Rangsit.

Ele conta que, no budismo, a região da garganta corresponde a um centro simbólico de pureza do corpo. “Em alguns países, uma cicatriz nessa parte do corpo pode causar até discriminação, por isso a grande experiência [oriental] nessa cirurgia.”

De acordo com o médico, a grande vantagem da técnica é estética, já que a cicatriz deixa de ocupar um lugar tão visível quanto o pescoço e fica praticamente escondida embaixo do braço.

WhatsApp